Conheça riscos e dicas para a condução de caminhões na chuva


Com a água no asfalto, motorista precisa colocar as suas habilidades em teste, ainda mais se estiver conduzindo um caminhão carregado.

Quem circula pelo trecho diariamente sabe como ninguém que uma chuva forte é comum e exige boas doses de concentração junto à boa capacidade de reação por parte do motorista.

Entre os principais problemas da água no asfalto, está a diminuição do coeficiente de atrito entre os pneus e a pista. Os primeiros minutos de chuva são considerados ainda mais perigosos, pois a mistura da água com a sujeira da estrada, como resíduos carbônicos e de óleo, pó de borracha, poeira, entre outros, são responsáveis por formar uma camada escorregadia que prejudica a direção.

Para os caminhões, um dos principais riscos é o efeito L (também conhecido como jacknifing), quando o condutor perde o controle do trem de força e o semirreboque se projeta à frente. Outra situação comum e perigosa é a hidroplanagem, também conhecida como aquaplanagem. Ela acontece quando a camada de água sobre a pista é muito espessa, fazendo os pneus perderem contato com o asfalto e deslizarem na água. Nesses casos, a dica é olhar pelo retrovisor e, se não for possível enxergar o rastro de água saindo dos pneus, é preciso diminuir mais a velocidade.

Confira outras 5 dicas:

1. Mantenha distância de pelo menos 10 metros do veículo da frente; 2. Acenda o farol baixo durante o dia. Aumenta a visibilidade e alerta veículos de trás; 3. Ligue o desembaçador traseiro; 4. Evite freadas bruscas e não faça manobras perigosas; 5. Mantenha as borrachas dos limpadores de para-brisa em dia.

Fonte:http://migre.me/pBrFz