Accelo 1016 ganha mais robustez e flexibilidade com freio a tambo


O caminhão Accelo 1016 da Mercedes-Benz, o mais robusto e produtivo do segmento de leves, conta com mais uma grande novidade: ele agora sai de fábrica com freio a tambor como item de série, o que aumenta ainda mais sua robustez e a flexibilidade para atender às mais diversas aplicações.

“Unificamos assim a linha Accelo, formada pelos modelos 815 e 1016, com freio a tambor de série, mantendo o freio a disco como opcional para que o cliente escolha a solução que seja mais adequada às características de sua atividade de transporte”, diz Joerg Radtke, gerente sênior de Marketing de Produto Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Com isso, atendemos melhor ainda às necessidades dos nossos clientes”.

De acordo com o executivo, o freio a tambor é ideal para operações mistas, nas quais o caminhão roda tanto em estradas asfaltadas quanto de terra, bem como nas operações com intensa presença de poeira ou cascalho. “Nestes casos, o freio a tambor é mais indicado do que o freio a disco por proporcionar melhor vedação dos componentes do sistema de freio, o que os torna menos suscetíveis ao desgaste originado pela ação das impurezas. Assim, o cliente conta com uma solução mais durável e que proporciona um menor custo operacional nessas condições”.

Novidade assegura mais robustez e confiabilidade no transporte

Com o freio a tambor, o Accelo 1016 torna-se uma opção ainda mais robusta para distribuição e transporte de carga. O regulador automático mantém as lonas sempre ajustadas, preservando a eficiência de frenagem, evitando  regulagens constantes e diminuindo a manutenção do sistema.

O Accelo 1016 oferece também agilidade e baixo custo operacional. Entre seus diferenciais de mercado destaca-se o motor Mercedes-Benz OM 924 LA de 4,8 litros de cilindrada, com 156 cv de potência a 2.200 rpm. Ele é econômico, durável e eficiente para rodar mais e melhor. Destaca-se pela grande robustez, equipando também os caminhões da marca da faixa de até 17 toneladas de PBT, comprovando sua resistência  e proporcionando ótimo desempenho.

Esse motor tem o maior toque da categoria – 610 Nm entre 1.200 e 1.600 rpm – o que significa mais força, melhores arrancadas, menos troca de marchas e melhor manutenção de velocidades médias.

Outra grande vantagem proporcionada pelo Accelo 1016 é o maior intervalo de troca de oleo do motor do mercado brasileiro, até 125% superior ao do principal concorrente. Os intervalos de manutenção de 45.000 km no serviço severo e 60.000 km no serviço misto e rodoviário, utilizando óleo mineral, asseguram um ganho de até 125% em relação ao mesmo concorrente. Isso representa um menor custo de operação e maior disponibilidade do veículo. Além disso, demanda um menor custo de manutenção preventiva, até 20% menor em relação ao concorrente.

O freio motor adicional Top Brake é um exclusividade da Mercedes-Benz, proporcionando maior potência de frenagem e durabilidade do sistema de freios e dos pneus. Além disso, assegura um menor consumo de combustível e de trocas de marchas, reduzindo os custos operacionais.

O Accelo 1016 se caracteriza ainda pelo menor círculo de viragem do mercado, aproximadamente um metro menor que seus concorrentes. Isso resulta em mais agilidade nas manobras e na circulação em grandes centros urbanos e locais  apertados.

O caminhão leve propicia ainda mais produtividade e rentabilidade para os clientes. Com a instalação do 3º eixo por terceiros, o PBT do Accelo 1016 chega a 13 toneladas, sendo obrigatório, neste caso, o câmbio Mercedes de 6 marchas MB G-56 e a relação do eixo traseiro i = 4,30.

Fonte: http://migre.me/pLxNc